Claws Mail: o cliente de correio eletrônico que morde!

Os desenvolvedores do Claws Mail apresentam seu software com a inusitada frase "it bites!" (tradução: "ele morde!"), e a descrição da página oficial do projeto, afirma "Claws Mail - the e-mail client that bites!" (tradução: "Claws Mail - o cliente de correio eletrônico que morde!"). 

A princípio poder-se-ia pensar que se trata de uma brincadeira com o nome do programa: "claws" se traduz por "garras", e o ícone do programa é (nada surpreendentemente) uma garra que se assemelha a de um lagarto grande ou de uma ave de rapina (ou mesmo um dinossauro de médio porte). Existem outras características do Claws Mail, porém, que são muito mais prováveis de originarem a tão insólita auto-apresentação. 

A mais marcante, certamente, é a falta de suporte nativo a HTML, um claro contraste com os clientes de correio eletrônico já estabelecidos. Existe um plugin capaz de renderizar as mensagens HTML recebidas, mas o Claws Mail jamais enviará uma mensagem nessa formatação. Isso não se trata de algo por fazer mas uma decisão da comunidade de usuários do programa, que entende que embutir o renderizador HTML aumentaria a complexidade do programa e, portanto, reduziria seu desempenho. 

O desempenho do Claws Mail é a segunda característica marcante, e provavelmente o maior atrativo do programa. O Claws Mail possui melhor resposta e velocidade no meu Toshiba Satellite que o Evolution no meu Dell! Mesmo considerando a diferença entre as distribuições envolvidas (o Slackware é uma distribuição renomada por seu desempenho e simplicidade, enquanto o Fedora, por se concentrar em "perfumarias" como melhor aparência e maior facilidade, sacrifica desempenho), a comparação direta entre os resultados é, no mínimo, interessante. Os dois computadores usam o XFCE como ambiente de área de trabalho (e mais uma vez desconsiderando a diferença entre as distribuições, pois o XFCE do Slackware é um dos mais otimizados para desempenho dentre as distribuições mais populares), o hardware ainda é um peso que não pode ser ignorado. 

Mesmo com todas as otimizações possíveis, um Dual Core@1,70GHz com 3GB de RAM rodando uma distro 32 bits não deveria ser mais rápido do que um Core i3@2,30GHz com 4GB de RAM rodando uma distro 64 bits. 

A terceira característica marcante do Claws Mail é o imenso leque de personalizações disponíveis pelo uso de plugins. Pela adição dessas bibliotecas adicionais, o Claws Mail se torna capaz de renderizar mensagens recebidas em HTML (mesmo que não possa enviar mensagens tais), atuar como leitor de feeds RSS, visualizar arquivos .pdf, ter um excelente anti-vírus e anti-spam embutidos... e toda uma sorte de recursos adicionais que certamente requerirão um artigo adicional para discorrer sobre. Uma instalação completa (ver na página 3) fornece todos os plugins necessários, e mesmo se o usuário carregar todos ao mesmo tempo o Claws Mail ainda fica mais leve do que o Evolution, Kmail ou Thunderbird. 

fonte: https://www.vivaolinux.com.br/artigo/Claws-Mail-o-cliente-de-correio-eletronico-que-morde?pagina=2